quarta-feira, 8 de abril de 2015

Bolo de Cenoura Sem Glúten da Nanda Carneiro

Já contei minha paixão pela culinária né?! Quando eu era pequena vivia incomodando minhas avós e minha mãe para poder mexer nas panelas, ajudar em alguma coisa hehehehe #pentelha. Hoje em dia vivo testando receitas, fico espiando instagram alheios e dou pulos de alegria quando "pego" uma receita emprestada e que realmente funciona, e foi o que aconteceu ontem, fiz o famoso Bolo de Cenoura da Nanda Carneiro, quem ainda não conhece fica a dica segue no instagram @nandap_carneiro e acessem o site. Só atenção não vão ficar lambendo a tela do celular ok?! 


Só modifiquei a quantidade de açúcar, o restante fiz igual. Ficou o melhor bolo sem glúten que já preparei, não ficou com gosto e nem textura da farinha de arroz, ficou macio, não esfarelou nadinha, simplesmente PERFEITO! BEIJO NANDAAAAAAAAA!

Receita retirada do Instagram na Nanda:
270g de cenouras descascadas (mais ou menos 2 cenouras médias, eu gosto de pesar pq dá diferença mesmo)
100ml de óleo de girassol (pode ser de coco, mas deixa sabor residual)
3 ovos
2 xícaras de açúcar demerara (pode ser mascavo, mas deixa mais escuro) - usei 1 xic
1 xícara de farinha de arroz
1/2 xícara de farinha de amêndoas sem pele (só triturar as amendoas laminadas) - usei com a pele ficou uns pontinhos pretos na massa, mas acho que não interferiu no sabor.
1/2 xícara de fécula de batata (ou amido de milho)
1 colher de sopa de fermento em pó
1 colher de sopa de essência de baunilha (opcional)

Modo de fazer: Junte a farinha, a fécula, a farinha de amêndoas. Reserve. Bata os demais ingredientes no liquidificador e depois junte as farinhas no liqui tb. Bata mais. Por último, incorpore o fermento com uma espátula. Leve ao forno 180 graus em forma de 25cm untada por 25-30 minutos. 
(o meu bolo levou 45 min no forno, pode ser porque eu não pesei a cenoura, como está escrito lá faz em cima diferença hehehe)

*Em vermelho minhas observações.

Gostaria de fazer duas observações importantes:
1) Aqui no Blog aparecem muitas receitas sem glúten e sem lactose, porque na minha rotina alimentar eu praticamente não consumo mais glúten, deixo só para ocasiões que não tenho escolha, não sou celíaca (alergia ao glúten), mas faço isso porque tenho a doença auto-imune Psoríase e percebi que quando retiro tenho melhora de muitos sintomas. E a lactose porque sou intolerante.
2) Acho importante esclarecer que, não é porque a receita ou um produto é sem glúten ou sem lactose que é mais saudável ou pode comer a vontade. Algumas pessoas ficam na dúvida, por isso procure sempre um profissional para poder orientá-lo.

Quem fizer a receita me conta nos comentários.

quarta-feira, 25 de março de 2015

Creme de Abóbora com Biomassa de Banana Verde com Belisquetes de Grão-de-Bico

Ontem postei no instagram (@nutrirafaela) a foto do meu almoço ♥ rápido, simples e nutritivo!! 


Para o creme de abóbora:
Pedaços de abóbora descascada, apenas cozinhei com um pouco de água e sal, quando percebi que estava amolecendo, desliguei e escorri a água. Esmaguei para ficar em forma de purê, voltei para a panela e acrescentei o leite de coco caseiro e 1 cubo de biomassa, acertei o tempero com pimenta, noz moscada e mais uma pitada de sal. Usei o mixer para deixar o purê mais lisinho.

DICA: Para o purê você poderia usar leite de amêndoas ou leite de coco de garrafinha ou não usar nada também, minha intenção aqui é dar dicas de combinações, mas você pode e deve adaptar a sua receita conforme seu paladar e os ingredientes que tem em casa. Em outro post já expliquei sobre como fazer e os benefícios da biomassa de banana verde.

Preparei um filé de frango na airfryer, depois de pronto cortei em pequenos pedaços.

Para os belisquetes de grão-de-bico:
Usei grão-de-bico congelado (facilita muito naqueles dias de correria, e o legal que não tem adição de nada, é apenas o grão pré-cozido). Para o preparo:  água fervente, acrescenta o grão-de-bico, quando voltar a ferver, desliga e escorre a água (só verificar as instruções na embalagem do produto). Temperei com um pouco de azeite de oliva, sal, pimentas, mrs. dash e coloquei na airfryer 200ºC por uns 15 minutos, fui mexendo de 5 em  5, até ficar no ponto que eu queria, crocante por fora e macio por dentro.

Montagem:
Na minha panelinha de servir, coloquei um pouco de creme, frango picado, uma pitada de queijo sem lactose ralado na hora, creme e por cima ralei uma castanha do pará. Simples e vapt-vupt, garanto que levei mais tempo escrevendo o passo-a-passo do que preparando.


Para quem está enjoado da cara do feijão de todos os dias, o grão-de-bico é um bom substituto, porque é da mesma família das leguminosas, como a ervilha, lentilha, soja . Gosto de incentivar as pessoas a experimentar novos alimentos e principalmente variar as preparações. Você pode comer grão-de-bico dessa forma "belisqueste", mas poderia fazer uma pasta (hommus), acrescentar na sopa...Em fim, a cozinha é um dos melhores lugares para trabalhar a nossa criatividade, solte a imaginação e com certeza se surpreenderá com novos sabores! 

sexta-feira, 20 de março de 2015

Alimentos Light, Diet, Adoçantes?

Antes de começar esse post, quero mandar um beijo para minhas pacientes e minhas colegas de trabalho que sempre dão uma espiadinha aqui: BEIJO MENINAS!

Esse mês, no dia 14, completei 6 anos de formada, desde que me formei atendo no consultório, tenho uma bagagem de dúvidas, mitos e perguntas que os pacientes fazem e uma delas é: PRECISO COMER PRODUTOS LIGHT, DIET, ADOÇANTE para emagrecer? 
MINHA RESPOSTA É....NÃO!



Então vamos lá, na área da saúde nos baseamos em muitos artigos científicos, manuais, guias (NÃO DEIXE DE LER O NOVO GUIA ALIMENTAR DA POPULAÇÃO BRASILEIRA CLIQUE AQUI) para poder embasar nossas condutas. O que estamos percebendo é que a população em geral (inclusive nossas crianças) estão ficando doentes cada vez mais cedo e uma das causas é pelo excesso de consumo de produtos alimentícios, ou seja, alimentos ultraprocessados que conforme está no Guia Alimentar da População Brasileira 2015: "...incluem vários tipos de guloseimas,  bebidas adoçadas com açúcar ou adoçantes artificiais, pós para refrescos, embutidos, sopas em pó, “macarrão” instantâneo, “tempero“ pronto, salgadinhos “de pacote”, cereais matinais, barras de cereal, bebidas energéticas, entre muitos outros. Pães e produtos panificados tornam-se alimentos ultraprocessados quando, além da farinha de trigo, leveduras, água e sal, seus ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos.

Agora vamos refletir, para um alimento tornar-se "light", a indústria precisou reduzir 25% de um ingrediente comparado à versão original, certo? Mas se eu tirar alguma coisa eu vou ter que acrescentar outras para deixar com uma textura, sabor igual ao original. E com isso começam aparecer listas de ingredientes carregadas de nomes estranhos, que com certeza se eu fosse preparar uma receita em casa eu não iria usar "óleos interesterificados, xarope de frutose, isolados protéicos".

Aqui nessa foto é um exemplo de 3 tipos de iogurtes natural desnatados, e aí qual você levaria? Eu ficaria entre o último e o segundo, o primeiro NEM PENSAR, olha o tamanho da lista! 
Foto retirada do Instagram @janainout

Por isso, vamos parar de pensar em apenas CALORIAS, vamos pensar no que estamos ingerindo. Nosso corpo, nossa célula foi feita para receber NUTRIENTES, ENERGIA não excesso de derivados do petróleo, como alguns adoçantes. Use a sua avó de referência, aquela senhorinha que prepara ou preparava a comida com seu tomate fresco, temperinhos da horta de casa, preparava seu pão, seu bolo. Quando menos comida "empacotada", melhor! E nada de pagar mais caro pelo um "falso produto", ok?

Espero ter ajudado vocês à refletirem melhor sobre as suas escolhas!

Dúvidas, escrevam no comentário!

segunda-feira, 16 de março de 2015

Utensílios para facilitar o dia-a-dia na cozinha!

Na correria da semana, quanto mais praticidade na cozinha melhor não é? Então vou dividir algumas dicas:

1) As forminhas de gelo aqui em casa tem mil e uma utilidades, servem para fazer cubinhos de biomassa (assim fica fácil para descongelar e usar nas receitas e no suco), quando sobre leite de coco eu também congelo assim em cubinho, chá de hibisco, polpa de fruta, cubinhos de couve. Nada de desperdício, certo? No mercado também encontramos forminhas de gelo com tampa, facilita para as mamães que querem congelar papinhas das crianças. Ou para quem fez cirurgia bariátrica e está nas primeiras fases de consumo de 50ml por exemplo, pode congelar alguns tipos de caldos ou sopas batidas (converse com a sua nutricionista sobre isso).


2) Tenho um problema sério em porcionar a quantidade de macarrão por pessoa, esse utensílio é uma boa pedida para quando preparar espaguete, te ajuda a medir porção para 1,2 ou 3 pessoas. Ganhei de presente, mas já vi para comprar na ETNA.


3) Estava namorando um mixer há um tempinho, então ano passado o Papai Noel (cof, cof: Oi Mãe!!!) descobriu e me deu de presente um MIXER, que na verdade é um 3 em 1: Mixer, Triturador e Batedor de Clara em Neve da marca Britânia. Achei ótima opção, porque eu não tenho batedeira, então já facilita quando precisa de clara em neve e um mini-triturador para coisas rápidas como, cebola, alho, tomate, castanhas, assim não preciso sujar o processador que é bem maior e cheio de peças chatinhas de limpar.


Toda vez que eu ia fazer uma receita ficava me batendo para medir 1/2 xic ou 1/4 de xícara, até eu comprar os medidores, mas só achava na versão de plástico e me dava aflição quando precisava medir gordura, ou água quente. Minha mãe (olha ela aí de novo, minha salvadora e garota antenada, te amo!) encontrou no supermercado Angeloni essa versão em inox, achei o máximo e super prático para lavar, principalmente depois de medir óleo/gorduras. Já procurei novamente mais não achei, se alguém souber onde encontrar me avisa aqui nos comentários!

E em uma viagem à SP, na Liberdade encontrei os medidores de colher em inox, não pensei 2 vezes antes de comprar e já comprei um de presente para a mamãe também hehehe.


Espero que tenham gostado das dicas,  e vocês o que usam no dia-a-dia na cozinha para facilitar?