segunda-feira, 23 de maio de 2016

Alimento Diet ou Light, qual escolher?

Respondendo a pergunta do título do post, qual alimento devo escolher, DIET ou LIGHT?Sinceramente? NENHUM DOS DOIS, dê preferência ao alimento in natura, ou minimamente processado (aquele que a lista de ingredientes é pequena), que você consegue identificar todos os nomes descritos na lista e que provavelmente tem aí na sua casa, ou seja, com COMIDA DE VERDADE! 

Você acha que ao consumir produtos DIET  e/ou LIGHT está fazendo uma boa escolha?


Antes de tudo, é importante entender alguns conceitos:
  • DIET: é uma expressão usada para alimentos para fins especiaisou seja, aqueles especialmente formulados ou processados a fim de atender às necessidades nutricionais de pessoas em condições metabólicas e fisiológicas específicas, como por exemplo, diabéticos e hipertensos. É um produto que a indústria retirou um nutriente específico "como o açúcar ou sódio" e colocou outro no lugar. MAS ATENÇÃO, a expressão diet nas embalagens não necessariamente significa que o produto é menos calórico ou mais saudável. Que um exemplo? Um chocolate zero açúcar tem um teor maior de gordura saturada quando comparado à versão original. Fique atento à lista de ingredientes e tabela nutricional para verificar a qualidade do produto. 

  • LIGHT é um sinônimo de “reduzido”, o produto tem que ter no mínimo 25% a menos de um determinado nutriente (açúcar ou sódio ou outros, por exemplo) em comparação com o item convencional da mesma marca.
  • Alimentos Ultraprocessados: são formulações industriais feitas inteiramente de substâncias extraídas de alimentos (óleos, gorduras, açúcar, amido, proteínas), derivadas de constituintes de alimentos (gorduras hidrogenadas, amido modificado) ou sintetizadas em laboratório com base em matérias orgânicas como petróleo e carvão (corantes, aromatizantes, realçadores de sabor e vários tipos de aditivos usados para dotar os produtos de propriedades sensoriais atraentes). Exemplos: biscoitos, sorvetes, balas e guloseimas em geral, cereais açucarados para o desjejum matinal, bolos e misturas para bolo, barras de cereal, sopas, macarrão e temperos ‘instantâneos’, molhos, salgadinhos “de pacote”, refrescos e refrigerantes, iogurtes e bebidas lácteas adoçados e aromatizados, bebidas energéticas, produtos congelados e prontos para aquecimento como pratos de massas, pizzas, hambúrgueres e extratos de carne de frango ou peixe empanados do tipo nuggets, salsichas e outros embutidos, pães de forma, pães para hambúrguer ou hot dog, pães doces e produtos panificados cujos ingredientes incluem substâncias como gordura vegetal hidrogenada, açúcar, amido, soro de leite, emulsificantes e outros aditivos (Guia Alimentar População Brasileira, 2015).


   Para quem precisa consumir os produtos Diet, sugiro procurar um profissional nutricionista para poder receber as orientações individuais quanto ao uso. E para quem está acostumando a consumir porque achava que estava fazendo uma boa escolha, "economizando" umas calorias, vou dar um conselho: fique bem longe dos produtos ULTRA PROCESSADOS, inclusive DIET E LIGHT. Não se deixe enganar pelos rótulos atrativos, cheio de informações apelativas para tentar te seduzir e induzir ao erro. Lembre-se "Quanto mais longa a vida de um alimento, mais curta é a sua". Para o alimento durar mais tempo nas prateleiras a indústria acrescenta muitos conservantes artificiais, gorduras trans, aumenta a quantidade de sódio.
        Fique de olho na lista de ingredientes, se estiver cheia de nomes "esquisitos" que você não reconhece, devolva na prateleira, garanto que suas células vão agradecer! Esses compostos artificiais sobrecarregam o funcionamento do seu metabolismo, dificultando o emagrecimento, prejudicando a sua saúde em geral...

Quer ler o Guia Alimentar da População Brasileira versão 2015? Clique AQUI

#comacomidadeverdade #fujadosindustrializados #cozinhemais

sexta-feira, 13 de maio de 2016

Intestino: o cérebro desconhecido!

Bom dia, 

Como a última postagem foi sobre a Biomassa de Banana Verde e escrevi sobre vários benefícios, principalmente sobre o funcionamento intestinal, achei importante falar um pouco mais sobre esse órgão tão importante!


          Sabia que o intestino é considerando o nosso segundo cérebro? Ele tem mais de 100 milhões de neurônios e, é o único órgão capaz de funcionar independentemente do sistema nervoso central. E ainda tem muitas funções importantes como proteção, absorção de nutrientes, sintetização de vitaminas (K, B5, B6, ácido fólico e B12), produção de hormônios e neurotransmissores como a SEROTONINA - 90% é produzida no intestino para ação local do movimento peristáltico =  movimentos involuntários responsáveis pela circulação sanguínea e por "empurrar" o alimento de acordo com a fase da digestão e/ou excreção...

    O uso prolongado de antibióticos, anti-inflamatórios (ALÔ PESSOAL QUE VIVE SE AUTO-MEDICANDO), pílulas anticoncepcionais e corticoides é um dos fatores capazes de provocar aumento da permeabilidade intestinal. Ou seja, a parede do intestino tem a função de nos proteger, separando tudo o que deve entrar daquilo que deve ser excretado, mas se essa parede está fragilizada, imagina o que pode acontecer! Muita coisa que deveria ir embora acaba entrando. Olha a importância de cuidar com muito carinho e atenção desse órgão, porque é ele que separa a nossa saúde das doenças, algumas delas: depressão, câncer, alergias doenças auto imune...

Você sabia que pelo menos um quilo e meio a dois quilos do nosso peso vem das bactérias intestinais?
     Outros fatores que prejudicam o funcionamento do nosso "segundo cérebro - intestino", é  o nosso estilo de vida (estresse, sedentarismo) e a nossa alimentação ruim, cheia de açúcar, pobre em fibra, gorduras ruins, excesso de aditivos dos produtos industrializados.

     Esses hábitos ruins levam a um desequilíbrio da microbiota intestinal, também conhecida como disbiose intestinal (quando as "más" bactérias estão em maior quantidade e ganham a batalha contra as nossas "boas"). As bactérias "boas" são nossos soldados precisamos cuidar delas também. Por isso, precisamos dar mais atenção ao nosso intestino, porque se estiver saudável e funcionando em harmonia vai impedir que moléculas indesejáveis entrem no nosso organismo e façam o "estrago", levando a processos inflamatórios que prejudicam a nossa saúde física e MENTAL (vou escrever em outras postagem sobre nutrição x depressão).

   Muita gente no consultório me conta que não consegue ir ao banheiro, não tem energia para treinar, que tem facilidade para ficar resfriado, que começou a tomar remédio para depressão, não consegue emagrecer.....e ai eu pergunto - "Como está a sua alimentação? E o consumo de água? E o funcionamento do seu intestino?" 

 Sabe o que a maioria responde? 

"- Nutri, não sinto sede, não tenho tempo para tomar água, não gosto de fruta, não gosto de verdura, dá muito trabalho ir para a cozinha e fico até uma semana sem evacuar".

   Acho que aquela "velha" frase cabe muito bem:

Você pode dizer que não tem tempo HOJE para cuidar da SUA SAÚDE, mas vai GASTAR muito TEMPO e DINHEIRO para cuidar da SUA DOENÇA amanhã! A escolha é sua! 

Espero que tenham gostado e que eu possa de alguma forma ter lhe incentivado a pensar em mudanças dos seus hábitos!  E procure um profissional nutricionista para poder avaliar os seus hábitos, sua rotina e lhe orientar as melhores opções para A SUA SAÚDE! Evite seguir dieta da moda, das blogueiras, das revistas e grupos de shakes!

Se você tiver uma sugestão de tema deixe no comentário desta postagem ou envie um e-mail para nutricionistarafaeladasilva@gmail.com

Abraço!

quarta-feira, 11 de maio de 2016

Biomassa de Banana Verde

Velha conhecida para algumas pessoas e ainda um mistério pra outras.


A biomassa de banana verde é um amido resiste, ou seja uma fibra que alimenta as bactérias do intestino, por isso facilitará o bom funcionamento intestinal, auxiliando na absorção de vitaminas e minerais, melhorando a produção de serotonina = hormônio da felicidade, prevenindo o câncer de intestino. Perfeito para aquelas pessoas que sofrem de constipação intestinal.

Pra quem sente muita fome ou precisa perder peso também vai ter benefício ao utilizar a biomassa, porque auxilia na saciedade (por causa da fibra) e controla a liberação da glicose, diminuindo assim a chance daquela gordurinha acumular na barriga. 

Mas você pode estar se perguntando e como posso usar
Simples, a biomassa tem um papel de espessante, então você pode usar no lugar do creme de leite, leite condensado, maionese, é um verdadeiro curinga na cozinha!

E o gosto? 
Ela é perfeita, totalmente neutra você poderá usar em preparações doces ou salgadas, vitaminas, sucos, porque não vai alterar o sabor da sua receita, mas pode alterar a consistência ok?! 

Use a criatividade e crie novos sabores, acrescente mais nutrientes e benefícios na sua alimentação e da sua família!

MODO DE PREPARO



Primeiro você precisa encontrar BANANA VERDE, de preferência orgânica (ah, não pode ser aquela encontrada no supermercado - essa já está em processo de amadurecimento). Você pode conversar com o feirante para encomendar essas bananas. 






1) Retire uma a uma do cacho, cuidando para que esse corte a mantenha intacta. Lave uma a uma com água e sabão enxaguando bem. 
2) Em uma panela de pressão coloque água até a metade, ligue o fogo e deixe essa água ferver. 
3) Quando estiver fervendo coloque as bananas, tampe a panela ( a água deve ser suficiente para deixar as bananas "cobertas"), quando começar a ouvir o barulho da pressão, abaixe o fogo, conte 8 minutos e desligue. Deixe que a pressão saia naturalmente da panela, não acelere o processo, não abra a panela antes de 20 minutos, abra a panela e descasque as bananas, cuidado, pois ainda estarão quentes. 
3) Bata no liquidificador a polpa com um pouco de água para formar uma pasta.



Se deixar na geladeira o ideal é consumir em até 3 dias, inclusive as preparações.

Pode congelar por 3 à 6 meses.
Coloque em forma de gelo, a porção fica aproximadamente 1 colher de sopa cheia.








Ou utilize potes que equivalem à 1 xícara, fica mais fácil depois para descongelar e usar nas receitas.






Já ensinei a fazer a BIONESE e CREME DE ABÓBORA COM BIOMASSA



Ficou alguma dúvida? Deixe seu comentário aqui no Blog!

terça-feira, 10 de maio de 2016

Planejamento na reeducação Alimentar

Planejamento é um dos pontos mais importantes para o sucesso na reeducação alimentar. Aqui em casa me organizo assim: verifico como vai ser a minha semana (quantas refeições em casa). Depois faço uma lista de compras pensando nas refeições que vou preparar e consumir na hora e outras que posso congelar.
 
Quando a carne moída entra na lista, congelo:





●carne moída refogada sem molho para usar de recheio pra tapioca, crepioca ou panqueca ou creme de legumes)

●carne moída com molho de tomate para usar com macarrão de abobrinha ou de pupunha ou outro macarrão. 

●lasanha de abobrinha/berinjela





Já que vou sujar panela, fogão e as louças aproveito pra fazer marmita pra aquele dia de preguiça ou correria! E você, como se organiza? 

Tem dúvidas? Deixe sua pergunta no campo "comentário".